sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Trabalhos de alunos do 10º ano - 1

Consegues esclarecer o significado da imagem, identificando o problema apresentado e referindo exemplos da sua actualidade?
Eis duas das respostas dadas a esta questão (que fazia parte do teste diagnóstico do 10º ano, realizado no primeiro dia de aulas).


A imagem sugere a existência de problemas entre pessoas que são de raças diferentes e que apresentam opiniões e modos de vida opostos, apesar de poderem pertencer ao mesmo país. O problema apresentado é o desrespeito pelas pessoas diferentes, com base no seu tom de pele ou nas suas características físicas, e a sua dificuldade de integração na sociedade.

Não indo mais longe, no nosso país, os imigrantes oriundos de países com tradições e características diferentes do nosso são, por vezes, mal recebidos da nossa parte, não conseguindo, portanto, integrar-se na nossa sociedade. Isto faz com que as pessoas se juntem em grupos, vivendo assim num “mundo à parte” do nosso. Tudo isto tem como consequência o mau ambiente entre as pessoas nas cidades, vilas ou aldeias.

Eu penso que toda a gente deveria ser tratada do mesmo modo, independentemente da sua fisionomia e dos padrões culturais segundo os quais se rege. Acho mal as pessoas serem postas “à parte” devido às razões já anteriormente referidas.

As pessoas que são de outros países ou mesmo do nosso, mas com pontos de vista, religiões, opiniões em relação à política diferentes devem ser tratadas de igual modo. Devemos reger-nos pelos direitos humanos, principalmente, o da igualdade de direitos e deveres entre os diversos cidadãos.

Joana Santos Teixeira, Nº15, 10ºC


Na minha opinião, o problema apresentado refere-se ao racismo. O racismo é uma forma de pensar segundo a qual há seres humanos superiores e inferiores, dependendo do aspecto ou das características da sua raça. Quando uma pessoa discrimina outra por esta ser de cor diferente está a ser racista. As ideias racistas foram, durante muito tempo, e são ainda hoje nalguns países, uma das justificações para a escravatura: um acto horroroso em que alguns ser humanos compram ou vendem outros seres humanos e utilizam-nos, como se fossem objectos, para o que querem.

Eu penso que uma pessoa quando julga alguém pela sua aparência, pela sua maneira de pensar ou pelo factor social, é um ser insensível e ignorante. Muitas vezes os adolescentes sofrem muito devido ao racismo e não são só aqueles que vêem de outros países, mas também aqueles que são da mesma nacionalidade. A discriminação afecta também os que são da mesma cor, mas que têm opiniões e crenças diferentes dos colegas, por exemplo, e por isso são deixados de parte. Também há aqueles estudantes, que não têm nada com que se ocupar ou apenas gostam de fazer com que os outros se sintam mal e por isso julgam, ofendem e humilham um outro colega somente pela forma de vestir.

Eu não sou racista e também não conheço ninguém que o seja, mas julgo que todos nos devíamos dar bem e que ninguém é diferente: nós somos todos iguais.

O que interessa não é a cor, a maneira de vestir, o penteado, se é duma nacionalidade diferente ou se acredita noutra coisa, o que importa é a pessoa que está por baixo disso tudo, se é uma boa pessoa com valores bons, se é aquele amigo que nos apoia e que está lá quando precisamos ou se é apenas uma pessoa que não merece que a discriminem por ela simplesmente estar a tentar ser original. Vê lá dentro dessa pessoa, mas mesmo lá dentro, e depois diz, se vale mesmo a pena discriminá-la por ela não ser exactamente igual a ti.

Andreia Belmonte, Nº5, 10ºC


2 comentários:

ana paula disse...

Adorei ler os trabalhos! Alunos e professores estão de parabéns!
Paula

Sara Raposo disse...

Obrigada. O mérito não é meu mas das alunas.
Sara