sábado, 21 de julho de 2012

Anúncios de emprego oferecem mais dinheiro a serralheiros que a engenheiros

SERRALHEIRO SOLDADOR

Os jovens que andam por estes dias a candidatar-se à Universidade deviam, talvez, ler esta notícia. Ou então repensar as razões pelas quais querem ingressar num curso superior. Quanto ao Ministério da Educação e Ciência, preferia que ninguém de lá fosse ler a notícia, pois com o desnorte e a precipitação que caraterizam muitas daquelas cabeças ainda concluem que é preciso substituir as ciências e as humanidades por Cursos de Serralharia ou Canalização.

«Serralheiros, canalizadores e torneiros mecânicos podem conseguir ordenados mais altos do que arquitetos ou advogados, nas 3000 ofertas de emprego disponíveis em Portugal, segundo o portal do Instituto de Emprego e Formação Profissional.»

Leia mais no PÚBLICO.

2 comentários:

Fernando Vasconcelos disse...

Lei da oferta e da procura. Por um lado prefiro que exista mais necessidade de serralheiros do que de advogados. Pelo menos indica que as pessoas estão mais interessadas em preservar do que ... brinco claro (apenas nesta ultima parte)

Marcos Santos disse...

É mesmo!
Advogados não são boas coisas...
Prefiro os serralherios.