quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ensino profissional: conferência em Faro

Fundação Francisco Manuel dos Santosimage

13 Nov 14h30

Faro, Grande Auditório da Universidade do Algarve

Pode inscrever-se AQUI.

"Tem-se assistido, em Portugal, a uma crescente valorização do ensino profissional – a escola está mais vocacionada para o mercado de trabalho e para a aquisição de conhecimentos e capacidades que nele possam ser utilizadas. Contudo, esta valorização conduz a várias perguntas: o ensino profissional levado a cabo tem suficiente qualidade? Serve de facto para uma integração no mercado de trabalho ou funciona antes como uma alternativa para os alunos mais fracos? A partir de que idade deverão as crianças e jovens poder escolher esta via de ensino? Este tipo de ensino pode promover a segregação social? Porque se abandonou em Portugal o ensino profissional? O que aconteceu e acontece noutros países europeus que têm oferecido este tipo de ensino? Esta conferência procurará perceber o percurso do nosso país e as possibilidades futuras nesta área. Um especialista inglês sintetizará as respostas oferecidas por vários países europeus e o seu impacto educativo e índices de empregabilidade. Uma psicóloga portuguesa reflectirá sobre as respostas adoptadas no nosso país. Estaremos no caminho certo? O que podemos aprender com outros países?"

Oradores
Christopher Winch
Paula Paixão

Para mais informações, ver AQUI.

Três manifestações do sublime

Para as aulas de exercícios de Lógica (do 11º, turmas D e E).

A música de fundo produz, comprovadamente, maior concentração!

Aceito outras sugestões vossas.

sábado, 26 de outubro de 2013

Amigos improváveis: o filme e a banda sonora

O trailer do filme, legendado, pode ser visionado AQUI.

É um excelente filme para ver num fim de semana.

Uma sugestão para quem não é professor (ou é, mas não tem as condições de trabalho que eu tenho) e, por isso, não precisa de fazer e corrigir testes ao fim de semana.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Matriz do 1º teste do 10º ano (turma A) e links

pensamentos 

 

 

 

 

 

 

2013-14 10º Matriz do 1º teste versão final by dmetódica

Seguem-se links dos posts utilizados nas aulas e outros relacionados com os temas  (a sua consulta fica entregue à vossa autonomia e dependente das necessidades de cada aluno):

1 - O que é a Filosofia? - Uma resposta inicial

Para começar a estudar Filosofia

Problemas filosóficos e problemas não filosóficos

Estudo da religião: a parte da Sociologia e a parte da Filosofia

Descubra a questão mais básica

2 - Os instrumentos lógicos do pensamento

2.1. A proposição

Identificação, classificação e negação de proposições
Contra-exemplo: o que é e para que serve
Proposições contraditórias: análise de exemplos
A negação de proposições condicionais
Condições necessárias e suficientes: análise de um exemplo
Ambiguidades
Discutir ideias em vez de repetir frases

2.2. Os argumentos

Onde está a conclusão?
Entimema: conceito e exemplos
O que é um argumento?
Diga-me o que pode deduzir?
Argumento dedutivo ou não dedutivo?

Bom trabalho!    :)

Diga-me o que pode deduzir?

 

domingo, 20 de outubro de 2013

Os bobos da corte

FESTA ALEGÓRICA

O bobo do imperador Maximiliano
organizou uma festa alegórica
que o povo e a corte de soberano à frente
saborearam em grandes gargalhadas:
juntou na praça todo o cego pobre,
prendeu a um poste um porco muito gordo,
e anunciou ganhar o dito porco aquele
que à paulada o matasse. Os cegos todos
a varapau se esmocaram uns aos outros,
sem acertar no porco por serem cegos,
mas uns nos outros por humanos serem.
A festa acabou numa sangueira total:
porém havia muito tempo que o imperador
e a corte e o povo não se riam tanto.
O bobo, esse tinha por dever bem pago
o fabricar as piadas para fazer rir.

Jorge de Sena, 40 Anos de Servidão. 

O Bobo da Corte Sebastián de Morra de Velásquez

“O Bobo da Corte Sebastián de Morra”, de Velásquez.

sábado, 19 de outubro de 2013

O que nos prende à Terra

Não é excelente, mas é um filme que vale a pena ver.

Se estivesses no espaço terias alguém, cá em baixo na Terra, a olhar para cima?

O que é que te prende à vida?

Estas são duas das questões colocadas no filme.

Encontra-se em exibição em muitas salas de cinema do país.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Matriz do 1º Teste de Filosofia do 10º ano: turmas B e C

Duração: 75 minutos

Objetivos:

1. Conhecer pelo menos 8 exemplos de questões filosóficas.

2. Explicar porque é que as questões filosóficas são concetuais.

3. Explicar porque é que as questões filosóficas são básicas.

4. Saber que as respostas dadas às questões filosóficas raramente são consensuais.

5. Distinguir questões filosóficas de questões não filosóficas em exemplos dados.

6. Mostrar porque é que a filosofia requer pensamento crítico.

7. Indicar o objeto de estudo da Lógica.

8. Explicar o que são proposições.

9. Analisar exemplos, distinguindo frases que expressam proposições de frases que não expressam proposições.

10. Conhecer exemplos de frases diferentes que expressem uma única proposição e de frases que expressem, cada uma delas, várias proposições.

11. Distinguir ambiguidades sintáticas e ambiguidades semânticas.

12. Distinguir diferentes tipos de proposições: afirmativas e negativas; universais, particulares e singulares; e condicionais.

13. Analisar exemplos, identificando neles os diferentes tipos de proposições.

14. Reescrever frases de modo a que as proposições sejam expressas de forma canónica.

15. Explicar as condições de verdade das proposições condicionais.

16. Explicar o que é a negação.

17. Efetuar a negação de proposições apresentadas.

18. Distinguir condições suficientes e necessárias.

19. Distinguir definições implícitas de definições explícitas.

20. Distinguir boas e más definições explícitas.

Leituras:

No Manual 50 Lições de Filosofia: da página 8 à 16 (na página 14 só importa, por agora, a Revisão, ou seja, a ficha de trabalho) e a página 25. O texto da página 26 não foi analisado na aula mas pode ser útil.

No blogue Dúvida Metódica:

Problemas filosóficos e problemas não filosóficos

Estudo da religião: a parte da Sociologia e a parte da Filosofia

Descubra a questão mais básica

Discutir ideias em vez de repetir frases

Ambiguidades

Ambiguidade

Identificação, classificação e negação de proposições

A negação de proposições condicionais

Condições necessárias e suficientes: análise de um exemplo

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Ludovico Einaudi - Divenire

Uma sugestão musical do meu aluno Bruno Ponte do 11º D, a quem agradeço.

Espero que esta seja uma companhia inspiradora para todos os alunos (do 11º D e E) estudarem lógica proposicional!

:)

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Querem entender os políticos? Estudem Filosofia

image

O título deste artigo recente (para ler clicar na imagem), do jornal Expresso, remete-nos para uma das falácias informais que iremos estudar este ano no 11º ano: o ataque pessoal.

Saber o significado filosófico deste termo pode levar-nos a compreender melhor esta notícia e até mesmo o discurso político nela envolvido. Este tipo de argumento inválido é um dos recursos utilizados pelos políticos portugueses quando pretendem desviar a atenção de um assunto ou não têm justificações racionais para defenderem as suas posições.

A noção de "ataque pessoal" pode ser encontrada AQUI.

Contradições

 pmjp-emite-notas-contraditorias-sobre-decisao-judicial-que-impede-terceirizacao-da-saude.jpg.280x200_q85_crop1537-cinzeiro-da-contradicao

  contradiçõescontradição2

Para saber o que são proposições contraditórias em Lógica pode ler, neste blogue,

Proposições contraditórias: análise de exemplos

sábado, 5 de outubro de 2013

Por que não me sinto orgulhoso de ter cumprido o meu dever?

GreteStern os sonhos sobre cansaço 1949

Poema dum funcionário cansado

A noite trocou-me os sonhos e as mãos
dispersou-me os amigos
tenho o coração confundido e a rua é estreita
estreita em cada passo
as casas engolem-nos
sumimo-nos
estou num quarto só num quarto só
com os sonhos trocados
com toda a vida às avessas a arder num quarto só
Sou um funcionário apagado
um funcionário triste
a minha alma não acompanha a minha mão
Débito e Crédito Débito e Crédito
a minha alma não dança com os números
tento escondê-la envergonhado
o chefe apanhou-me com o olho lírico na gaiola do quintal em frente
e debitou-me na minha conta de empregado
Sou um funcionário cansado dum dia exemplar
Por que não me sinto orgulhoso de ter cumprido o meu dever?
Por que me sinto irremediavelmente perdido no meu cansaço
Soletro velhas palavras generosas
Flor rapariga amigo menino
irmão beijo namorada
mãe estrela música
São as palavras cruzadas do meu sonho
palavras soterradas na prisão da minha vida
isto todas as noites do mundo numa só noite comprida
num quarto só
António Ramos Rosa


Fotografia: Os sonhos sobre cansaço, de Grete Stern, 1949.