terça-feira, 7 de maio de 2013

Rawls responde a algumas questões

A pedido de alguns do meus alunos, com mais dificuldades, deixo uma síntese das ideias que estudámos na aula.

Espero que vos possa ser útil no estudo para a ficha e para o teste, tal como os links, para vídeos, textos e fichas, apresentados a seguir.

A teoria da justiça de Rawls by SaraRaposo

1 comentário:

Joao C. disse...

Se o mundo tivesse recursos ilimitados e cada um podesse pegar e começar a criar, a propriedade podia ser algo mais absoluto.

Num mundo de recursos finitos, não é justo que se possa considerar a propriedade como algo intocável. Tem de haver redistribuição em algum ponto, senão temos casos como os actuais em que 0,001% da população tem 19% da riqueza. E vai continuar na posse dela através de gerações o que acaba com qualquer ideia de "igualdade de oportunidades" mesmo se fossemos todos igualmente dotados de engenho e dedicação.

Não percebo como é que isto não é claro para os defensores do capitalismo. Não é que não defenda a legitimidade de existir propriedade. É só que isso tem de ser definido e usado de modo a não permitir que muito poucos fiquem com todos os meios de produzir riqueza, levando mesmo a acabar com o empreendedorismo (a unica maneira para o comum dos mortais é começar com endividamento, e a taxa de sucesso contra corporações já funcionais é baixa (10% primeira tentativa nos EUA)