quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Descartes: da dúvida à certeza

Desenho da autoria de Blansky.
 
 
Este vídeo, disponibilizado no Manual escolar 2.0, Edições Sebenta (um sítio que vale a pena visitar), é muito interessante e útil na leccionação dos conteúdos programáticos do 11º ano.
Quando os meus alunos o visionaram na aula disponibilizei-lhes, previamente, o pequeno questionário que a seguir apresento. O vídeo é um excelente recurso - para utilizar nas aulas a propósito do problema do conhecimento - devido à clareza da linguagem e pertinência dos conteúdos filosóficos.
No vídeo do filósofo inglês Warburton surgem algumas passagens de um pequeno filme sobre a alegoria da caverna de Platão, que costumo passar nas aulas do 10º ano e que pode ser visionado na íntegra no link seguinte (com legendas em português):
Adaptações da alegoria da caverna em vídeo

---------------------------------------------------------------------------------------------

Ficha de trabalho de Filosofia - 11º ano

Tema: A teoria do conhecimento de Descartes.

Após o visionamento do vídeo do filósofo inglês Warburton, responda às seguintes questões:

1. Dê exemplos que provem a falibilidade dos nossos sentidos.

2. Explique uma das objecções à tese: nunca podemos confiar no conhecimento sensorial.

3. Qual é o ponto de vista de Platão, expresso na alegoria da caverna, acerca do conhecimento empírico. Descartes concorda com ele?

4. Como se explica o argumento do sonho?

5. De que tipo de conhecimento é que o argumento do sonho não nos permite duvidar?

6. Esclareça em que consiste a experiência mental do “cérebro numa cuba”. Para que serve?

7. A experiência mental do “cérebro numa cuba” é comparável a que argumento cartesiano? Porquê?

8. De que forma ultrapassa Descartes a dúvida metafísica introduzida pelo Génio Maligno?

9. O que é o cogito?

10. O cogito corresponde, segundo Descartes, a um princípio indubitável. Apresente um argumento que permita refutar do ponto de vista cartesiano.

A professora: Sara Raposo.

---------------------------------------------------------------------------------------------

1. Textos sobre o ceticismo

Uma dúvida inspiradora para os alunos do 11º ano

O argumento céptico da divergência de opiniões.

Exemplo de divergência de opiniões: a música de Strauss é sublime ou mera gritaria?

O argumento céptico da regressão infinita da justificação: um exemplo

Algumas imagens que nos levam a duvidar dos nossos olhos e o cepticismo radical

Como são parecidas a ilusão e a realidade!

Uma objecção ao argumento céptico dos erros e ilusões perceptivas

O que é que realmente sabemos?

A minha vida é real: conhecimento ou mera crença?

Cegos que não sabem que são cegos

Em terra de cegos quem tem um olho não é rei

2. Textos sobre a dúvida cartesiana

A dúvida metódica (este deveria ter sido o primeiro post deste blogue)

Um mar de dúvidas

Razões para duvidar, segundo Descartes

A matemática é a priori mas não é inata

O caro leitor não está a ler

2 comentários:

Anónimo disse...

Solução para as perguntas?

Anónimo disse...

Solução?